QUEM SOMOS E A QUE VIEMOS

 

Nossa História

A criação da Universidade Livre de Comunicação e Sociologia Afro-Brasileira (UNAFRO) é fruto de uma rede de solidariedade transnacional e interdisciplinar entre ativistas, intelectuais, artistas, sacerdotistas e líderes comunitários que viram a urgência de fomentar um projeto transformador já iniciado desde os primeiros atos contra a opressão colonial. O projeto nasce da preocupação de como as nossas sociedades são afetadas pelo racismo e discriminação em detrimento da justiça social e garantia de direitos para todos e todas, sobretudo em países do Sul Global, situando o Brasil como foco inicial do debate fundador.

Valores

A UNAFRO é uma organização independente que busca promover igualdade racial através de métodos educativos. Através de uma pedagogia libertadora, desenvolvemos atividades de formação centralizando o saber Afro e Indígena na construção de um currículo descolonial. 

 

Os pilares que baseiam a UNAFRO são redescobrir, repensar e reescrever, como descritos em nosso manifesto. Nesse âmbito, entendemos a importância de reconectar a ancestralidade para rever opressões históricas e coletivamente criar estratégias reparativas para um futuro ético, inclusivo e que promova o poder para o povo. 

 

Objetivos

A fim de superar as desigualdades raciais em nossa sociedade, acreditamos na necessidade do diálogo permanente para situar o que é o descolonial e um futuro onde todos e todas possam desfrutar oportunidades iguais, sendo a educação livre uma ferramenta transformadora.  

 

As nossas intervenções educativas são baseadas em um currículo descolonial, atuando de forma independente para formar um projeto colaborativo, coletivo e inclusivo, a fim de romper com o legado colonial da branquidade racista, LGBTQIfóbica, machista, capacitista, que opera através de exclusões, genocídios e marginalizações. 

 

Acreditamos que dentro dessa estrutura educativa temos a coragem e a força, que são frutos de uma comunidade sólida, para engajar-nos em conversas difíceis sobre os traumas e violências deixados pelas experiências da colonialidade. Sabendo que nossas vozes não são uníssonas, a UNAFRO nasce com o objetivo de criar o espaço frutífero para que vozes historicamente apagadas possam emergir a partir dos círculos de diálogo e das múltiplas cosmovisões dos povos Afro-brasileiros e Indígenas.

PILARES UNAFRO

Redescobrir, Repensar e

                                 Reescrever a nossa história

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA